Facebook, Messenger e Instagram devem unificar notificações

Por Redação em 19.05.2017 às 13h10
Mídias sociais como alto falanta
Assine nosso canal

O pesadelo de muitos usuários parece próximo de se tornar realidade. O Facebook confirmou o desenvolvimento de um sistema que vai integrar as notificações da rede social ao Messenger e Instagram, permitindo que as atividades em uma das plataformas sejam sinalizadas aos usuários nas outras duas. A novidade ainda estaria em caráter de testes nas três versões.

A ideia do Facebook, claro, é aumentar o engajamento. Junto com o alerta de que alguma coisa está acontecendo em um dos aplicativos, viria um sistema de transição rápida entre eles, sem depender de navegadores de internet e ligando o usuário diretamente aos softwares instalados. O foco, como se percebe, são os smartphones, que, cada vez mais, representam a maioria dos acessos.

Entretanto, é também uma mudança que deve ser bastante criticada, não apenas por seu potencial invasivo, mas também pela torrente de notificações. Usuários com contas populares no Facebook ou no Instagram, por exemplo, podem ver o Messenger invadido por alertas que eles não gostariam que estivessem ali. Além disso, existe também a questão da ansiedade, com avisos indicando que há algo de novo para ver, mas nem sempre de maneira relevante.

Felizmente, a ideia do sistema é trabalhar com uma integração direta. Ou seja, notificações dispensadas em uma rede não voltarão a aparecer em outra. Entretanto, a novidade parece funcionar na forma de pop-ups, que surgem quando o usuário clica em um novo botão que aparecerá na interface dos três aplicativos.

Como era de se esperar, entretanto, o WhatsApp não faz parte dessa união. Isso pode ser explicado pelo fato de a empresa ter chegado à conclusão de que os usuários já estão acostumados com o uso conjunto das plataformas, publicando, por exemplo, fotos do Instagram também no Facebook ou acessando o Messenger a partir do ícone no app da rede social. O mensageiro mobile, entretanto, estaria de fora dessa dinâmica.

Não existe data prevista para lançamento da novidade, nem uma confirmação de que ela, realmente, vai chegar aos usuários. Os testes, porém, foram citados como bem-sucedidos, o que pode indicar uma intenção de transformar a ideia em realidade para todos.

Fonte: TechCrunch

CARREGAR COMENTARIOS
Assine nossa Newsletter
RECEBA NOSSAS
NOTÍCIAS POR E-MAIL
RECEBA NOSSAS
NOTÍCIAS POR E-MAIL